A CCI está organizando uma reunião pública online no sábado, 05 de Fevereiro de 2022, às 15 h, sobre o tema: " Decomposição, a fase final do declínio do capitalismo"....
Na "Teses sobre decomposição" (publicada pela primeira vez na Revista Internacional Nº 62 e mais recentemente na Revista Internacional Nº 117), bem como no artigo "Decomposição, a fase final do declínio do capitalismo", afirmamos que o capitalismo entrou numa nova e última fase da sua decadência, a da sua decomposição, caracterizada pelo agravamento e culminação de todas as contradições do sistema. Infelizmente, o esforço da nossa organização para analisar esta importante evolução na vida do capitalismo deixou os outros grupos da Esquerda comunista indiferentes quando não provocou...
"O agravamento da decomposição do capitalismo: seus perigos para a humanidade e a responsabilidade do proletariado"....
Hoje, uma série de greves nos Estados Unidos, lideradas por trabalhadores exasperados, está sacudindo grande parte do país. Esse movimento chamado "striketober" (contração de "strike" e "october") mobiliza milhares de assalariados que denunciam condições de trabalho insuportáveis, tanto físicas quanto psicológicas, o aumento ultrajante dos lucros obtidos por empregadores de grupos industriais como kellog's, John Deere, PepsiCo ou no setor de saúde e clínicas privadas, como em Nova York, por exemplo. É difícil contabilizar com precisão o número de greves porque o Estado Federal só conta...
Como se afirma no artigo "40 anos após a fundação da Corrente Comunista Internacional, que balanço e que perspectivas para a nossa atividade", o XXI Congresso da CCI adotou um relatório sobre o papel da CCI como "Fração". Este relatório tinha duas partes, uma primeira apresentando o contexto deste Relatório e um lembrete histórico da noção de "Fração" e uma segunda com a análise concreta de como a nossa organização tinha cumprido as suas responsabilidades. Publicamos aqui a primeira parte do Relatório, que por si só é de interesse geral, para além dos problemas mais específicos que a CCI...
De certa forma, "a esquerda comunista encontra-se hoje numa situação semelhante à de Bilan nos anos 30, no sentido em que é obrigada a compreender uma nova situação histórica sem precedentes" (Résolution sur la situation internationale, 13º Congrès du CCI Revue internationale No. 97, 1999). Esta observação, mais adequada do que nunca, exigiria debates intensos entre organizações do meio proletário para analisar o significado da crise do Covid-19 na história do capitalismo e as consequências que dela decorrem. Entretanto, diante da extensão impressionante dos acontecimentos, os grupos do...
A retirada precipitada das forças norte-americanas e ocidentais do Afeganistão é uma demonstração viva da incapacidade do capitalismo de oferecer qualquer outra coisa além de aumentar a barbárie. O verão europeu de 2021 já tinha dado conta de uma aceleração dos eventos inter-relacionados que mostram que o planeta já está em chamas: o início de ondas de calor incontroláveis e incêndios desde a costa oeste dos EUA até a Sibéria, as enchentes, a contínua devastação da pandemia de Covid-19 e o debacle econômico que ela causou durante estes 30 últimos anos[1]. Como marxistas, nosso papel não é...
No espaço de poucas semanas, em todo o planeta, catástrofes climáticas prosseguiram a uma taxa alarmante. Nos EUA, no Paquistão, na Espanha ou no Canadá, as temperaturas se aproximaram de 50º centígrados. No norte da Índia, o calor insuportável causou milhares de mortes. 800 000 hectares de floresta na Sibéria, uma das regiões mais frias do mundo, já virou fumaça. Na América do Norte, a temporada tradicional de grandes incêndios florestais já começou: mais de 150 000 hectares foram consumidos pelo incêndio, apenas na Colúmbia Britânica. No sul de Madagascar, uma seca sem precedentes atirou...

Páginas